Se dá pra evitar a picada, por que não preveni-la?

Saiba que o verdadeiro vilão não é o vetor, mas sim a doença

As picadas de pulgas, carrapatos e mosquitos são muito mais que um incômodo.

A seguir saiba um pouco mais dos problemas que eles podem causar.

Impacto na saúde animal

Pulgas, carrapatos e mosquitos podem causar sérios transtornos para o bem estar de cães e gatos:

Procure medicamentos específicos para tratamento e prevenção, confira se eles exterminam parasitas por contato - sem que precisem picar - e se são compatíveis com o peso e a espécie do seu pet.

Transmissão de doenças

Ao picar o animal, em pouco tempo esses vetores podem transmitir doenças, veja alguns exemplos abaixo:

* transmissão de Erlichia canis através da picada de R. sanguineus;
** transmissão de Leishmania sp. através da picada do flebotomíneo.

A

Aedes Aegypti

Além do riscos para sua família, como a dengue, o zika vírus e a febre chikungunya, o Aedes Aegypti é uma ameaça também para os pets.

A dirofilariose é uma doença gravíssima que pode ser fatal para os peludos e é transmitida por quem?
Isso mesmo, pelo mosquito.

Proteja sua família

Algumas dessas doenças podem ser transmitidas também aos seres humanos, como a Leishmaniose.

O responsável pela transmissão é o mosquito, que ao picar um animal infectado poderá contrair a doença, contaminando outros animais e até mesmo o homem.

Como prevenir

Utilize produtos que exterminam parasitas sem a necessidade de picar, confira as melhores soluções para este problema e afaste essa ameaça dos integrantes da sua família.

Melhor sem picar

L.BR.MKT.AH.2015-08-25.0365